PABX na Nuvem

Tudo que você precisa saber sobre PABX na nuvem.

O que é, e quando surgiu o PABX na Nuvem ?

 

O conceito de PABX na nuvem surgiu com a chamada “transformação digital” que ocasionou a entrada da internet em massa nas empresas e a “migração” ou adaptação de alguns serviços para funcionarem por meio da conexão com a web.

Sendo assim, do mesmo modo que hoje é comum armazenamento de arquivos “na nuvem” (ou seja, em um espaço que pode ser público ou privado não físico, disponível para acesso online via computador ou dispositivo móvel como smartphones e tablets) em vez de pen drives, por exemplo, que são físicos (como fotos, vídeos, músicas), também é possível ter uma estrutura de telefonia funcionando em servidores totalmente “na nuvem”.

Como funciona o PABX na Nuvem

 

Um sistema de PABX na nuvem funciona totalmente armazenado e gerenciado pela internet, sem estrutura física que contenha as informações necessárias às operações.

Ou seja, tudo fica armazenado online, em um espaço virtual como, em uma alusão, àquele em que armazenamos nossos e-mails.

Só que a capacidade de armazenamento de um PABX na nuvem pode ser muito grande.

Desse modo existe um software ou uma plataforma que permitirá a gestão da estrutura e a empresa realizará configurações nesse sistema que lhe permitam se integrar a seus “hardwares” e fazer com que a estrutura de atendimento funcione.

Algo bastante significativo nesse campo a se considerar é a possibilidade de o PABX na nuvem tornar-se uma rede muito mais “conectada “ se formos levar em conta o suporte da internet, gerando

integração até mesmo com dispositivos móveis, com URAS que transmitem chamadas mesmo a pontos não fixos, por exemplo, mas que façam parte dessa rede.

Assim, uma pessoa pode atender uma ligação mesmo quando não estiver ligada fisicamente ao departamento, ou em trânsito, o que permite maior flexibilidade e eficiência em determinados atendimentos, além, claro, de reduzir o tempo para retorno de demandas.

Toda a comunicação fica centralizada, todos os registros, acessos e etapas são armazenadas e gerenciadas na nuvem.

Um atendimento muito mais integrado e com as facilidades que a mobilidade traz também ao contexto das telecomunicações.

A IPCOM tem, por exemplo, a opção do SNEP Cloud. É uma forma eficaz de ter sua central telefônica na nuvem.

O que é PABX local e qual a diferença com um PABX na Nuvem?

 

Os PABXs convencionais, ou locais, como chamamos, são comuns em muitas empresas até hoje e vieram quando o conceito de telefonia começou a se expandir nas empresas.
Diz respeito a equipamentos e um tipo de telefonia em que é possível centralizar chamadas e fazer a adequada distribuição para ramais, facilitando o gerenciamento das ligações.

É uma sigla que não traduzimos sempre ao pé da letra, mas que representa basicamente a ideia de fazer transferências de ligações dentro de uma rede privada.

No entanto, com o tempo ele também foi ganhando atualizações e funcionalidades mais modernas, permitindo às empresas ajustar constantemente o fluxo de ligações que recebiam e realizavam.

Seu surgimento vem junto com o advento das centrais telefônicas, quando as ligações diretas ainda não eram possíveis. Com isso, fazia-se necessário que alguém desse comandos conforme a requisição dos usuários do sistema para que as ligações fossem completadas e feitas.

Logo, o PABX se constitui como uma das mais antigas tecnologias para centralização de ligações e distribuição em ramais.

Requisitos da tecnologia PABX na Nuvem

 

Um dos principais requisitos que podemos citar para o funcionamento de um PABX na nuvem é também a existência de uma boa estrutura de internet e largura de banda compatível com as necessidades da operação.

Em seguida é preciso fazer a escolha da plataforma que irá gerenciar o funcionamento dela (como o SNEP Cloud).

Qual a aplicação nas empresas?

 

Bem, com tudo que vimos, deve vir a pergunta: como então saber se a minha empresa precisa de um PABX na nuvem?

Para entender melhor, é possível repensar a aplicação nas empresas. Muitas delas investem nesse tipo de telefonia por visar otimização de recursos, redução de custos e maior eficiência no atendimento da rede.

Desse modo, o PABX na nuvem pode ser usado tanto em empresas “compactas”, que não tem espaço, necessidade e/ou estrutura e condições para investir em um call center convencional ou empresas maiores que, justamente por lidarem com um fluxo mais elevado de chamadas e tráfego maior de informações em seus sistemas, precisam encontrar formas de gerenciar e tornar esses dados disponíveis e seguros de forma cada vez melhor.

Logo, isso se liga muito à análise das vantagens e desvantagens de um PABX na nuvem, como você vê a seguir.

Vantagens e desvantagens do PABX na Nuvem

 

Um grande ponto de vantagem do PABX na nuvem é redução de custos,

não necessitando de tanto na instalação. A manutenção é muito mais fácil, bem como as atualizações, reparos e integrações que muitas vezes acontecem online com todo o suporte do fornecedor. Então o custo e a burocracia para isso pode ser menor e o acesso mais fácil.

Outro ponto grande a considerar é a segurança.  Informações na nuvem podem ficar bastante seguras e corretamente autorizadas e/ou altamente disponíveis a quem precisa nesse mesmo modo de segurança, o que é essencial já que as informações detidas nos atendimentos são importantíssimas e muitas vezes confidenciais.

Um ponto não tão a favor, especialmente se a internet instalada no local não for muito boa, pode ser o fato de o PABX na nuvem depender, invariavelmente da web (e, logo, da qualidade da rede ali instalada).

Porém, com planejamento adequado, investimento em uma boa estrutura e recursos de alta qualidade é possível prevenir cenários de instabilidade com maior eficiência ou mesmo utilizar ferramentas que ajudam a gerenciar esse contexto, como recursos disponíveis que retornam chamadas de onde um ponto parou, por exemplo, o que diminui o desgaste ou problemas agravados de insatisfação em caso de inconvenientes.

 

O futuro do PABX na Nuvem (além do PABX na Nuvem)

 

O PABX na nuvem por estar integrado a um tipo de plataforma que nunca para de se atualizar e antenado às principais tendências em nuvem tende a sempre agregar recursos que cada vez mais otimizem tanto a experiência do cliente quanto a da empresa que utiliza o serviço.

O SNEP em Cloud, por exemplo, é uma versão do serviço de SNEP oferecido pela IPCOM que tem o intuito de entregar possibilidades de integração com outras ferramentas como Pipedrive, Plug CRM, RD Station e até mesmo WordPress com muito mais facilidade e esse é um ponto relevante a se considerar, tendo em vista a aproximação na “era do engajamento”, importante para o atendimento das empresas.

Acompanhamento em tempo real também é uma característica típica da mobilidade, que vem atrelada à “chamada transformação digital” e uma possibilidade, aqui na IPCOM, a companhia ter acesso

O Q-Manager, por exemplo, é uma ferramenta que pode funcionar integrada ao PABX na nuvem para permitir o monitoramento da performance do seu SAC em tempo real, por meio de um dashboard e relatórios configurados.

Ou seja, cada vez mais as centrais telefônicas estão se especializando em recursos que tornem o atendimento mais eficaz e o PABX na nuvem é uma das tecnologias que vem liderando essa corrida.